GUARDEI TUDO DE VOCÊ

Como se fosse um segredo, guardei tudo de você dentro de mim. Parecia arriscado demais entregar a vida em mãos que tanto almejavam voar. Ainda assim, partir não fazia sentido. Peguei-me falando comigo mesma: vive o momento, garota, só vive um dia de cada vez. Foi assim. É assim. Embora a ansiedade ainda cause milhares … Continue lendo GUARDEI TUDO DE VOCÊ

Anúncios

E AGORA, O QUE FAZER?

Precisamos nos unir, naquelas coisas que temos de melhor. Aceitando, ao mesmo passo, que não estamos prontos. Que há o que crescer. O que melhorar. Enaltecendo o que há de bom, uns nos outros. Acontece que, recentemente, houve uma ruptura. Houve soltura dos bichos que estavam guardados dentro de cada um. E a defesa para … Continue lendo E AGORA, O QUE FAZER?

SOBRA ESPAÇO

Escrito originalmente para E aí, guria? OUÇA ENQUANTO LÊJá são onze e tanto da noite, meus olhos, ainda arregalados, fitam a luz amarela do abajur. Abri outro maço de cigarro. Já tinha tempo que isso não acontecia. Lembro-me de, pela manhã certo dia, me deparar com um jardim florido. Cheio de amor. Foi quando me despedi do … Continue lendo SOBRA ESPAÇO

ESTOU NO CAMINHO CERTO

Escrito originalmente para E aí, guria? Cá estava eu pensando, nos encontros e nas partidas que acontecem durante a vida. Tomei nota de que toda despedida cala em algum lugar – acomete aquele silêncio doído. A sua, calou em muitas partes. No jornal que eu não conseguia abrir para ler. Nas músicas que deixei por … Continue lendo ESTOU NO CAMINHO CERTO

TEM VERBO EM TODO LUGAR

Escrito originalmente para E aí, guria? Adoro contar histórias que não são minhas, mas as minhas também conto. Peguei gosto por essa coisa de rabiscar num papel aqui, abrir um documento de Word acolá. Até mesmo num A4 em branco, escrevo a cidade, o dia e o ano. Em seguida, começo a endereçar palavras a um … Continue lendo TEM VERBO EM TODO LUGAR

O BARULHO CALMO DO MEU CORAÇÃO

Olhei para você. Gravei teu cheiro, a cor do teu cabelo e o jeito que sorri timidamente. Enchi teu saco com as minhas chatices e respostas rápidas. Enquanto você tirava sarro do meu jeito sério e meio bruto de ser. Encheu meu lar de vida, num espaço de tempo tão curto, diante do outro tão … Continue lendo O BARULHO CALMO DO MEU CORAÇÃO

Só queria ficar ali

A gente se encontrou e foi como diria Charlie Brown "tão natural como a luz do dia". Não teve climão, não teve muita vergonha - embora o dia tenha sido cheio de ansiedade. Eu já tinha pedido uma cerveja quando você chegou. Levei alguém comigo, você também. Precaução, né? Fui embora me perguntando: a gente … Continue lendo Só queria ficar ali

Testando seus limites, a seleção natural…

Passamos pela seleção natural Normal afinal somos animais Nós queremos pular etapas Pra não passar por momentos Que possam nos barrar Mas não da, nossa vida é uma pressão  Numa panela de pressão nos vemos em meio à depressão E é ai que a seleção natural vai nos barrar, conseguiste seguir ou vai se matar … Continue lendo Testando seus limites, a seleção natural…

NADA A ESCONDER

Texto para o E aí, guria? Nada a esconder, um filme que mistura comédia e drama, de origem Francesa e Bélgica. Se passa numa noite em que um eclipse acontecerá e um grupo de amigos resolve se encontrar para jantar. São três casais e um homem ‘solteiro’. É uma trama envolvente, que dá pequenos indícios … Continue lendo NADA A ESCONDER