QUE HOMÃO DA PORRA ME TORNEI

Texto meu para Jefferson Pena, amigo e irmão.   É, são vinte e oito anos neste planeta Terra. E eu que não gosto de comemorar esta data, hoje resolvi que vai ser diferente, afinal, tem tanta coisa boa acontecendo na minha vida. Estou crescendo. Levando uns tombos que não mostro, e tomando umas pingas que... Continuar Lendo →

Anúncios

OS TRENS VÊM E VÃO – E EU TAMBÉM

Um texto meu, da história de @bmulhoa. Hey, garoto. Será que você sabe que essa tua indecisão já não me alcança? Que teu chove não molha, não mais me atrai? Estou certa sobre quem sou e tua bagunça não vai me afetar. Libriano, nato - você. Canceriana, pura - eu. Você um indeciso, que acredita... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑