NÃO DEIXE A CHAMA SE APAGAR

Essa música sempre inspira textos, esse já é o terceiro filho dela… clica aqui.

Te peço que deixe a luz acesa quando partir. Essa chama que brilha no teu peito quando chama pelo meu nome. Não a deixe apagar. Nem me deixe esmorecer dentro de você, não de todo, não pra sempre. Lembre-se de mim. Veja-me quando ler um livro de poesias. Quando ouvir Anavitória. Quando passar pelo alpendre, nosso alpendre.

Mantenha a luz acesa quando me ver passar por aí. Quando ver que vivo bem, mesmo sem ti. Lembre-se: não deixe minha luz apagar aí dentro do teu peito. Que sou pássaro livre e você é também.

Lembre-se dos meus beijos quando ver nossa DJ tocar. Quando beber aquela cerveja que você gosta. Lembre-se de tudo, não precisa nem ser com frequência. Não precisa se lembrar do bom dia ao boa noitevocê só precisa se lembrar de não esquecer que lá em casa tem um lado do colchão vazio que um dia foi teu.

Sabe a luz que te pedi pra não deixar apagar? É a luz que vai iluminar dentro de ti quando se lembrar do meu sorriso que foi só teu. É a luz que vai brilhar nos teus olhos quando sentir aquela sensação de ter meus olhos nos teus. E que a cada nova estação, mesmo distantes, a chama não vai se apagar… e ainda assim “sinto muito se não fui feito um sonho seu”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: