A REALIDADE GRITOU MAIS ALTO QUE O AMOR

Amor à distância nunca havia sido um problema para mim. Até que ao praticá-lo algumas vezes e ter tido pouco sucesso, me coloquei a pensar. O problema não esteve no amor, tampouco na distância – mas poderia estar. Como em qualquer relação, o grande erro se deu na falta de comunicação. Nas coisas que se perderam quando a ligação estremeceu. No contato que se tornou escasso e vazio.

Os quilômetros que separavam poderiam ter sido o ponto alto. Se existisse entrega, desejo de estar junto e planos para o futuro. Contudo, em resumo, nos tornamos encontros casuais para passar um tempo prazeroso ao lado de alguém legal. Não esperávamos ou contávamos com o desenrolar frio dessa história. Com a gente foi assim. Parecia que queríamos muito no começo. E com os meses, um lado queria mais, o outro pouco demais para manter junto.

Eu ficaria mais um tempo em cidades separadas, se isso fosse nos levar a vivermos no mesmo lar em algum momento. Você nem pensava em dividir as contas comigo, embora as escovas de dentes já morassem juntas. A realidade gritou mais alto que o amor. O cuidado comigo mesma me chacoalhou e disse para seguir adiante. Nunca servi pra pouco amor, pouco amar.

Minhas ondas fortes se desencontraram das tuas no meio da distância e da falta de querer. E isso, em momento algum, quis dizer que o amor não sobreviveu à distância.

Este, vive até hoje.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: