NOSSO MATCH

Um texto meu, da história de amor de @mitcastilho.

Eu não procurava ninguém, estava desiludida de relações amorosas há algum tempo. E passeava pelo Tinder, como distração, até que sua foto apareceu. Gostei de você, e pareceu que você também gostou de mim. É, foi assim que tudo começou, um aplicativo de relacionamento, fez com que nos conhecêssemos. Não te dei muita bola no início, lembra? É que talvez você fosse passageiro, e eu não queria mais isso pra mim. Só que você não desistiu, conversávamos pelo Whatsapp e você acabou me chamando para ir a um bloquinho de carnaval contigo. Que eu não fui.

Às vezes, me pergunto porque você insistiu tanto, e hoje só posso agradecer, por ser esse cara engraçado, gente boa e sério – quando tem que ser. Eu te admiro, garoto. E é gostoso perder meus olhos em você, ainda mais quando volto para a realidade e meus dedos estão entrelaçados aos teus. E a cada comemoração de namoro, me lembro do nosso primeiro encontro.

Eu havia ganhado ingressos para o show do Vitor Kley, te chamei para ir comigo e você aceitou. Você deu um jeito de sair mais cedo do trabalho só para me encontrar e quando chegou, pensei “MEU DEUS”, e meu outro lado só queria que pudéssemos entrar logo, porque Vitor já cantava no palco.

Nos demos as mãos e fomos correndo, você não conhecia nenhuma música, e mesmo assim não saiu do meu lado instante algum. Quando tocou “Farol”, nós nos beijamos pela primeira vez, foi mágico, cena de filme, sabe? E eu cantei pra você, e isso sempre me abre um sorriso no rosto, meio bobo, apaixonado, e real. O show continuou e nós parecíamos namorados, quem olhava pra gente, não sabia que era a primeira vez que nos víamos.

Estar com você é um sonho, você gosta de me surpreender, de me encantar, e sabe como fazê-lo. Como na noite do meu aniversário, combinamos de jantar, fui para sua casa e conheci sua família. Você me chamou para o seu quarto e me entregou um presente, tinha uma embalagem e um cartão. Na embalagem um anel e um colar. No cartão estava escrito “você quer namorar comigo?”. Te enchi de beijos, e te encho deles até hoje. E é, eu disse sim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s