A honestidade começa em nós

Ora ou outra me pego pensando em como tenho me comportado nas relações que mantenho. Em como ajo como amiga, filha ou companheira. No trabalho ou num restaurante, por exemplo. É óbvio que não tenho que expor tudo da minha particularidade, mas a questão maior é: tenho sido honesta comigo quando me mostro?

É que numa sociedade que só aumenta os “mimimis” às vezes é difícil colocar as ideias sem ofender, ou melhor, sem que o outro se sinta atingido. A exposição de ideias se torna um campo minado pronto para explodir em qualquer momento e com isso há quem se guarde cada vez mais e vai perdendo a voz. É importante existir e dizer o que pensa. E apenas através das trocas de ideias que podemos amadurecer e enfatizar quem somos.

Honestidade começa sempre de dentro, depois se transforma de nós para o outro.

 

Laura Aquino

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s