Duas Portas: Sonho e Amor

Sabe quando você encontra passos e pegadas pela areia da praia, e sente-os parecidos com o caminho que tem trilhado? Entende que não há propósito, não há culpa, nem pesar e o que existe é: cumplicidade, carinho, verdade e paixão.

São encontros como esse que as pessoas esperam todos os dias. É como se fosse uma oportunidade única na vida. Então você agarra-a com tanta força que qualquer centímetro que se sinta afastado daquilo o faz temer, pois não quer perder. E assim o tempo vai passando, e o jeito de encarar é mais maduro.

Percebe-se nesse momento que não há motivos para prender, nem amarrar junto ao teu corpo. Deve deixar livre, livre pra viver. E é nessa hora que nota-se que o sentimento cresce.

Com essas palavras Dona Anita acalmou o coração da neta Carolina.

Carolina se casaria em poucos dias e tinha certeza do que estava fazendo, sentia-se muito apaixonada e preparada para o matrimônio. Seu único medo era não agir com maturidade e deixar que isso viesse atrapalhar e desgastar o casamento.

Com carinho sua avó terminou o diálogo dizendo:

Minha filha, na vida há duas portas uma chamada Sonhos e a outra Amor. Quando somos crianças abrimos com ternura a porta Sonhos, e imaginamos muito. Escolhemos ainda mais. Nos divertimos e algumas vezes quebramos a cara. Perdemos o jeito e o rumo. E noutro dia encontramos tudo novamente. Na porta dos Sonhos fazemos amigos, marcamos encontros e amadurecemos. Então, hora ou outra aparece a segunda porta que é a do Amor. Mesmo com um pouco de relutância e receio, é essa que esperamos a vida inteira. No desejo mais oculto dos nossos corações está a pergunta ‘onde estará a minha porta do Amor?’, é certo que não é assim tão clara a pergunta, mas a fazemos. E quando a encontramos, muitas histórias nos levam a andar bem devagar. Mesmo que o coração queira voar.

Estou divagando, Carolina. O que quero mesmo que saiba é que: o amor é o meio mais bonito de viver, de sonhar, de encontrar e de crescer. Só pelo amor você encontrará muitas outras portas – e as abrirá sem medo.

Porque quem passa pelo amor perde o medo de dar a cara a vida.

Se encontrou sua porta, faça dela seu bem mais precioso. Guarda-a em seu coração com carinho. E case-se todos os dias se possível for.

Laura Aquino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s