Nobre Donzela

Donzela ela não é,

Dentro dela carrega a brutalidade;

Que ferroa e machuca,

Que engana e é fajuta.

 

Imensa honestidade,

Porém maior é a infelicidade;

Ela é só, não ama;

Não é amada.

 

É ornamentação no deserto,

No mar e nos céus.

Ela não vê a pureza que há dentro de sua alma,

Mas, quer que vejam o que ela acha que realmente é.

 

E é por acreditar que não é donzela,

Que ela é mais pura e doce,

Do perfume mais inspirador,

Do sorriso mais encantador.

 

Ela pode encobrir as órbitas de si

E de qualquer um que se atrever

A trilhar o seu caminho,

Será iluminado por uma intrínseca admiração;

Pois simplesmente não há;

Como não admirá-la,

Apaixonar-se por ser tão meigo,

E pueril.

 

Laura Aquino

 

Foto: We Heart It

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s