Mulher #08demarço

Toda mulher tem suas preferências. Maria gosta do mar, Cristina prefere piscinas. Daiane gosta muito de ler, Estela tem preguiça e prefere os filmes. Isso faz delas diferentes, únicas e especiais. Talita gosta de RAP para refletir, mas na noite vai para bares ouvir MPB. Ester é toda fitness e saudável, mantém a dieta em dia porque seu corpo gosta assim. Rita nunca fez dieta na vida, e come o que dá vontade.

O que há de semelhante nelas? Será que é o poder de ter escolha? De poder definir o que gosta ou não? Isso é tão importante, mas tão importante quanto respirar. Mulher merece ter escolhas, ter seus gostos, ter os seus “nãos” e “sins” respeitados. Porque se ela te diz que não, é não e pronto.

Todo ser humano é digno de escolha, de ser bem tratado por onde quer que passe. Há muito ainda o que respeitar em se tratando da mulher, e não diga que não. Não venha me dizer que não podemos usar shorts curtos, com a barriga de fora. E um vestido que possa voar ao balançar do vento. Porque nós podemos, SIM! Nós podemos porque nos deixa confortáveis e livres.

Não venha dizer que por ser mulher não posso e não devo competir uma vaga com um homem, porque se estamos preparados para disputar esta vaga, por que não? E não diga que não tem mais esse lance de preconceito e inferiorização da mulher no mercado de trabalho, porque tem. E existe porque muitas mulheres ainda tem atitudes machistas e se posicionam desta forma. E é preciso se conscientizar, sempre.

Por isso, hoje, no dia em que muitas mulheres puderam reivindicar seus direitos e se posicionar diante a população, preciso dizer a vocês que é preciso ter atitudes diferentes. Não estou dizendo que você tem que ser feminista, por mais que fosse bom, não é isso que é o mais importante. Você que tem filhos têm que dizer à eles que homem e mulher tem os mesmos direitos e deveres. Que louça não é dever de mulher, é de quem convive junto. Que trabalho não é coisa do homem, porque tem espaço para ambos os sexos no mercado de trabalho. Não existem empregos para homens e mulheres mais, há oportunidades para os dois, basta que queiram. Têm que salientar que homem que chora não é marica, e tem que valorizar os sentimentos dele, só incentive que ele seja forte. Porque mulher e homem que choram tem sentimentos e a forma com que você irá tratá-los vai ajudá-los a serem mais fortes quando crescer.

Por favor, não separem o que não precisa ser separado. Não dividam o que não precisa ser divido. Instrua, dê exemplo e valorize todas as mulheres que estão em sua vida, hoje e sempre.

Ao Dia Internacional da Mulher,

Com Carinho, Laura Aquino.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s