Armadilha

Recomendo que leia ouvindo – Just Give Me a Reason – Pink!

Ontem à noite você caiu direitinho na minha armadilha, não é? Mudei a foto de perfil para te mostrar como me sentia linda e feliz. Por alguns instantes achei que você só iria ver, mas tão logo chegou um “Como você tá?”, eu ri, ri porque era isso mesmo que eu queria. Que você notasse que me sinto livre. E que nenhum “como você tá?” me confunde mais. Nem suas respostas estranhas e mudadas do tipo “Tô de boa”, me afetam mais. Nem seu sorriso lindo, mexe mais comigo. Porque o meu riso é mais feliz agora, que finalmente e por completo você se foi de dentro de mim. E nenhuma mensagem de saudade vai mudar isso. Porque seu tempo já deu, seu tempo já foi. Já não estou mais tão confusa, não vou dizer que não há nenhuma confusão, seria hipocrisia. É que já ouço músicas tranquilamente. Finalmente descobri como gosto de mim. E de purpurina no carnaval. Passei batom vermelho e me lembrei que me cai tão bem esse tom. Nesses dias, depois da última vez que chorei por você, descobri um amor além do comum por mim. E que me abastece, me enche de luz, e que tem me atraído só coisas boas. Enfim, amor, nem no meu amor você cabe mais. Tente não aparecer. Mas se aparecer, não estrague meu dia com palavras carregadas de rancor. Eu me libertei, amor, e também te deixo livre para ir bem longe de tudo que um dia foi nosso.

 Laura Aquino

Foto: twitter @archillect

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s